Mulher corta pênis do próprio irmão ao descobrir que filha foi abusada sexualmente

Desesperada, a mulher alegou que foi até a casa do irmão, que tem 13 anos, para conversar sobre o ocorrido. Ele confessou que tentou abusar da criança e, nesse momento, ela pegou uma faca e decepou o pênis do rapaz.

Em 12/06/2019 10:45

Notícia por Agência de Notícias Qbo Mais

Mulher corta pênis do próprio irmão ao descobrir que filha foi abusada sexualmente

Um adolescente de 13 anos teve o órgão genital cortado pela irmã, em Francisco Alves, no Paraná. Segundo a polícia, a mulher teria descoberto que o irmão havia estuprado a filha dela, de 3 anos. 

A avó da criança e mãe do menino agredido contou à polícia que o filho e a neta estavam com ela no culto da igreja. A garotinha havia sujado a fralda e a avó pediu para que o filho fosse até a casa da família trocar a sobrinha. Na residência ele teria estuprado a criança e retornado com ela até a igreja. A menina chorava muito de dor no órgão genital e a avó questionou o filho sobre o que teria ocorrido. O adolescente teria confessado o estupro. 

Ao sair do trabalho a mãe foi buscar a filha na casa da avó e soube do crime. Ela pegou a menina e foi para a casa dela. Ao dar banho na menina a mulher de 26 anos viu que a vagina da criança estava machucada. Desesperada, a mulher alegou que foi até a casa do irmão, que tem 13 anos, para conversar sobre o ocorrido. Ele confessou que tentou abusar da criança e, nesse momento, ela pegou uma faca e decepou o pênis do rapaz. 

De acordo com o delegado Thiago Soares, da Comarca de Iporã, a mãe da menina prestou esclarecimentos e confirmou as agressões. “Ela disse que em um momento de fúria, quando o adolescente confessou o abuso, ela se apoderou de uma faca e decepou o genital dele”, explicou. Como a situação não aconteceu em flagrante, a mulher foi liberada. 

O delegado afirmou que a corporação iniciou dois procedimentos. Um deles por ato infracional para investigar o estupro de vulnerável do adolescente e outro por lesão corporal gravíssima contra a mãe da criança, por ter cortado o pênis do irmão. 

Soares afirmou ainda que está aguardando o resultado do Instituto Médico Legal (IML) de Umuarama para confirmar se houve estupro ou não. 

O adolescente suspeito de ter estuprado a sobrinha está internado na UTI do Hospital Cemil, em Umuarama. O rapaz segue estável, mas precisa de cuidados especiais por conta do corte que sofreu.

Fonte: MASSA NEWS


Tags da postagem

estupro de vulnerável 11 de junho de 2019 Preservação Pessoal pênis decepado Francisco AlvesPR