Receitas que contam histórias

Em live interativa, Fundação Aury Luiz Bodanese lança projeto “A soma de todos os sabores” e resgata as culturas regionais através da culinária típica brasileira

Em 20/11/2020 16:18

Notícia por MB Comunicação

Receitas que contam histórias

Perguntas para mexer com suas memórias afetivas: qual a comida especial que remete à infância ou a um momento singular em família? Que prato é capaz de te transportar para o passado e ao mesmo tempo ser seu melhor presente? Essas sensações foram despertadas na manhã desta sexta-feira (20/11), durante a live de lançamento do projeto “A soma de todos os sabores: as histórias, as receitas e os aromas”, desenvolvido pela Fundação Aury Luiz Bodanese (FALB) — entidade mantida pela Aurora Alimentos — por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo.

O projeto conta a história de 20 famílias brasileiras, entre elas representantes das 11 cooperativas filiadas da Aurora, apoiadores do projeto e comunidade, que abriram as portas das suas casas para resgatar a cultura, preservar a tradição e revelar os segredos da culinária típica passada de geração para geração. As famílias são de quatro estados — Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul — e detalham receitas tradicionais como a “Sopa paraguaia”, o “Bolo de mandioca”, a “Ambrosia”, e a “Bolacha holandesa”.

As histórias resultaram em uma Cartilha de Receitas de 112 páginas, uma Exposição Itinerante com 25 paineis explicativos e um Documentário de 20 minutos, todos lançados durante a live transmitida nas redes sociais da FALB e com participação simultânea dos autores dos pratos e suas famílias. Com a apresentação descontraída do casal de jornalistas Fabiana Nascimento e Giovani Martinello, a live promoveu um bate-papo entre os participantes e emocionou o público conectado e a equipe de produção que, após uma intensa etapa de pesquisa bibliográfica e documental, percorreu milhares de quilômetros para coletar depoimentos, vídeos e fotos dos participantes.

O presidente do conselho curador da Fundação Aury Luiz Bodanese e presidente da Aurora Alimentos, Neivor Canton, destacou que o projeto iniciou em 2018 e valoriza as histórias e os costumes das famílias brasileiras.

“É importante mantermos vivos a cultura e os valores dos nossos antepassados. A partir de agora, todo esse material será disponibilizado ao Brasil inteiro, através dos acervos públicos e do Centro de Memória da FALB para propagarmos essa grande obra”, sublinhou Canton durante participação ao vivo no lançamento, momento em que também revelou sua receita de valor afetivo: “A tradicional sopa de agnolini, que reunia toda a família em volta da mesa”.

A live também contou com a participação virtual do presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), Luiz Vicente Suzin. O dirigente elogiou o projeto desenvolvido pela FALB e afirmou que o trabalho social é um dos principais eixos do cooperativismo. “É uma alegria poder acompanhar de perto esse trabalho e ver tantas histórias e tantos talentos dentro do nosso sistema cooperativista. Parabéns à FALB e à Aurora pela iniciativa de resgatar e manter vivas nossas culturas e tradições”.

OS AUTORES

Uma das receitas do projeto é da dona Zelinda Bodanese, viúva do líder cooperativista Aury Luiz Bodanese, fundador da Aurora que dá nome à Fundação, em sua homenagem. Ela acompanhou a live em uma sala especial preparada pela FALB para convidados na matriz da Aurora, em Chapecó, e viu a receita da família ser divulgada para o Brasil inteiro: o Blesser/frango recheado que até hoje as filhas reproduzem. “É uma tradição de mãe para filhas. Uma receita que também aprendi com a minha mãe, que cozinhava como ninguém”, conta Zelinda ao relatar a alegria em participar do projeto. “Estou muito feliz por fazer parte desta obra e por poder mostrar um pouco mais da tradição da nossa família”.

O prefeito de Chapecó e a primeira-dama, Luciano e Lúcia Buligon, também participaram do projeto e contaram como é preparado o carreteiro de gringo, receita tradicional da família que é feito com salame italiano, linguiça calabresa, verduras e legumes. “É um prato que une os produtos da região Oeste Catarinense e a família em volta da mesa. O sabor do alimento e a reunião de família, para nós, está sempre junto. Gostamos muito de nos sentarmos à mesa para desfrutarmos dos sabores e também da companhia uns dos outros”, conta Buligon que também acompanhou a live na matriz da Aurora.

Quem também gosta de reunir a família toda em almoços especiais sempre que possível é o vice-presidente da Aurora, Marcos Zordan. No projeto, ele mostra seu amor pela culinária e prepara uma lasanha à bolonhesa, que aprendeu com a mãe e hoje passa aos filhos. “Eu sinto prazer de ver todo mundo ao redor da mesa. O italiano gosta muito disso, meu pai tinha e eu tenho muito disso. É um momento de satisfação”, ressalta ele.

PROJETO

Os materiais estarão disponíveis no site falb.org.br, com acesso inclusivo às pessoas com deficiência, conforme determina a legislação. São parceiros do projeto a Aurora Alimentos, Tetrapak, Adisseo e Doremus.

 


Tags da postagem

Aurora Alimentos Fundação Aury Luiz Bodanese