Quilombo: Prefeito explica como agricultores devem requerer subsídios sobre produção de 2019

Para requerer os benefícios, o agricultor deve apresentar as notas emitidas durante o ano de 2019.

Em 19/03/2020 11:26
Atualizado em 19/03/2020 11:42

Notícia por Agência de Notícias Qbo Mais

Quilombo: Prefeito explica como agricultores devem requerer subsídios sobre produção de 2019

Os agricultores do município de Quilombo têm até o dia 31 de março para requer os subsídios financeiros referentes à produção do ano de 2019, dentro do programa Porteira Adentro. A solicitação deve ser feita na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17. Para requerer os benefícios, o agricultor deve apresentar as notas emitidas durante o ano de 2019. Além de estar com a inscrição ativa como produtor, perante a fazenda estadual ou órgão equivalente, ter a atividade rural como atividade principal e estar em dia com todos os impostos e taxas municipais, estaduais e federais.

Veja orientações:

 

Neste ano, além dos serviços de infraestrutura e do pagamento referente à produção leiteira, produção de silagem de milho e produção de feno, também será pago subsídios financeiros para as demais atividades que envolvem a cadeia produtiva do setor agrícola, como produção de grãos, pecuária, suinocultura, avicultura, piscicultura, entre outras.

 “Visando o fortalecimento do setor agrícola do município, implantamos um novo modelo do programa Porteira Adentro, dando mais subsídios financeiros e também oferecendo serviços de melhorias na infraestrutura da propriedade”, destaca o prefeito de Quilombo, Silvano de Pariz.

 Anteriormente, o agricultor recebia anualmente o valor máximo de R$ 1,5 mil referente à produção e não recebia melhorias na infraestrutura da propriedade. Agora, além de incentivos, o programa abrange auxílio na melhoria da propriedade, com serviços de abertura, conservação e recuperação de estradas de acessos e dentro da propriedade rural, incluindo pavimentação com cascalho entre a estrada vicinal até o pátio do aviário, pocilga, agroindústria familiar, depósito ou refrigeradores de leite, entre outros.

 Também foram alterados os valores dos subsídios. Não há mais teto limite de valor a ser recebido. Neste ano, será pago 0,10% relativo à produção do ano de 2019, 0,7% sobre a venda de leite e 1% sobre a de silagem de milho e feno.  O agricultor recebe o valor em um cartão de crédito, podendo utiliza-lo no comércio do município.

 “Estamos fortalecendo a agricultura de Quilombo, dando mais incentivos em subsídios e podendo auxiliar diretamente o agricultor, levando serviços de qualidade e significativos na infraestrutura da propriedade. O programa também busca fomentar a economia local, onde o agricultor pode gastar o valor recebido nos estabelecimentos do município. Estamos trabalhando para o desenvolvimento de Quilombo em um todo”, completa o prefeito.

Fonte|Foto|Video: Ascom Prefeitura de Quilombo

Publicidade