Saber
Aurora 52 anos

ACATE registra crescimento em 2020 e consolida ações para o fortalecimento do ecossistema de tecnologia e inovação de Santa Catarina

Em ano atípico, a entidade conseguiu se reinventar e expandir sua atuação por todo o estado

Por Redação Quilombo Mais em 05/03/2021 às 13:44:05
Divulgação/Giovanna Wendhausen

Divulgação/Giovanna Wendhausen

O ano de 2020 exigiu muita resiliência das empresas e pessoas. Em meio à crise mundial, os empreendedores precisaram se adaptar e mostrar ainda mais o valor e a importância que têm para o desenvolvimento do país. Neste contexto, a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) também passou por mudanças necessárias para apoiar na velocidade com que as empresas foram desafiadas a produzir tecnologia e inovação e, apesar das dificuldades, registrou um crescimento de 295 empresas associadas, 10,5% a mais do que em 2019.

Uma série de ações estruturais em favor dos associados e do ecossistema catarinense demonstraram a importância do associativismo para a construção de soluções para os desafios impostos. Para combater os efeitos e as incertezas causadas pela pandemia, a entidade lançou em março o Plano de Ação ACATE - Covid-19, implementando e coordenando ações fundamentais para apoiar empresas e startups a enfrentar e se adaptar à nova realidade. Foram 16 mil pessoas impactadas, 104 novos associados advindos da iniciativa e mais de 490 atendimentos realizados. A ação contou com a linha de crédito Únilos, que liberou mais de R$ 270 mil às solicitações de empresas associadas, além de descontos e ações exclusivas - como o ACATE Reconecta, que auxiliou profissionais de tecnologia na recolocação ao mercado de trabalho e facilitou às empresas o preenchimento de vagas com mão de obra qualificada.

Também foi lançado em 2020 o Fundo Garantidor ACATE (FGA) com o objetivo de conceder garantia aos financiamentos tomados por empresas associadas. Até o final do ano, 32 empresas haviam sido contempladas com o instrumento de crédito e quatro estavam em processo final de análise para liberação do valor. Foram R$ 3,9 milhões concedidos pelas linhas de crédito, fomentando ainda mais o crescimento do ecossistema catarinense.

O ano atípico também permitiu à ACATE se reinventar. Capacitação de talentos, fortalecimento da integração e das relações governamentais foram os pilares que estruturaram o início da nova gestão 2020/2022, presidida por Iomani Engelmann e composta por seis vice-presidentes, que assumiu em 1º de junho do ano passado.

"Aconteceram algumas dificuldades iniciais naturais de um período de adaptação de todos aos novos modelos de trabalho, mas os desafios foram encarados como grandes oportunidades e não impediram o impulsionamento do ecossistema catarinense", explica o presidente.

LW Riedi

Ecossistema catarinense

O setor de tecnologia de Santa Catarina encerrou 2020 com saldo positivo nos empregos, segundo dados do CAGED levantados pelo Observatório da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE). De janeiro a dezembro foram gerados 2.493 novos postos de trabalho. O maior volume foi registrado no mês de junho, com 1.465 vagas, quando o setor se recuperou de uma queda em abril. O último ACATE Tech Report, lançado em 2020, apontou que Santa Catarina foi o estado que mais cresceu em número de empresas de tecnologia no ano de 2019, e as empresas associadas representaram 67,9% de todo faturamento do setor, que foi de R$ 17,7 bilhões, representando 5,9% do PIB do estado.

Para apoiar empresas iniciantes de inovação, a ACATE apoiou o lançamento do fundo de venture capital, da gestora Invisto, de Florianópolis. A entidade está auxiliando na captação de recursos para a formação do fundo que irá investir R$ 100 milhões em startups B2B da região Sul.

Ainda entre as conquistas para o ecossistema catarinense, foram mapeadas iniciativas de formação e capacitação, aproximação de parceiros, e realizada uma turma piloto do DEVinHouse, projeto de formação de desenvolvedores lançado em parceria com o Senai SC

Representatividade

Também houve atuação direta junto à bancada catarinense contra o veto à desoneração da folha de pagamentos e aproximação com a Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES). A ACATE passou a representar regionalmente a Assespro SC e a diretoria do polo Florianópolis produziu um documento com as demandas ao Executivo Municipal da capital catarinense, estimulando outros polos regionais a fazer o mesmo.

A Associação figurou, ainda, entre os 20 melhores ecossistemas do Ranking 100 Open Startups e esteve entre os três melhores Hubs de Inovação eleitos pelo Startup Awards, promovido pela ABStartups.

lw romano venda

Programas Estratégicos gerando valor

Durante o ano de 2020, os programas estratégicos LinkLab, MIDITEC e as Verticais de Negócios foram responsáveis por importantes ações que geraram valor ao ecossistema de Santa Catarina. O LinkLab, programa de inovação aberta da ACATE, lançou o Hub Virtual e mais de 150 desafios, além de gerar 37 projetos. Também foram promovidos projetos de transformação digital, incluindo o de cultura de inovação da Energisa e o Projeto de Multiplicadores dentro da CTG Brasil. Foram 589 novas startups inscritas no programa, o que representa um crescimento de 117%. Por meio da inovação aberta, o LinkLab conecta startups com tecnologia e soluções para diferentes áreas aos desafios internos e de mercado das corporates.

Já a incubadora MIDITEC anunciou em 2020 um novo posicionamento, levando a uma jornada mais completa para startups em todos os níveis de maturidade. O programa de incubação, que é resultado de uma parceria entre ACATE e Sebrae SC, ampliou sua atuação e desde sua criação já apoiou 168 startups, sendo 42 delas somente em 2020. O MIDI cresceu 54% comparado com 2019, fechando 2020 com 37 startups incubadas, que correspondem a um faturamento superior a R$ 9 milhões. Além disso, foram 36 eventos promovidos, mais de 100 mentorias realizadas e mais de mil horas dedicadas às empresas e à inovação.

As Verticais de Negócios, que tiveram a adesão de 295 empresas associadas, trabalharam em um novo posicionamento, criando as verticais IoT, Big Data e AI; Peopletech; Security Tech; e Smart Cities. O trabalho realizado ao longo de 2020 gerou mais de 2,5 mil oportunidades de negócios às empresas que participam das Verticais. Além disso, os esforços ao longo do ano impactaram 6 mil pessoas, o que representa aumento de 298% de aumento no número de pessoas impactadas se comparado com 2019.

Rede de Inovação Florianópolis

Parceria entre a Prefeitura Municipal de Florianópolis e ACATE, a Rede de Inovação é uma iniciativa inédita no país que reúne quatro centros de inovação credenciados para estimular a cultura de inovação e empreendedorismo, ativar o ecossistema de inovação e gerar e escalar negócios inovadores na capital catarinense. Em 2020, a Rede atendeu 400 empresários ou potenciais empreendedores interessados em empreender no município, esclarecendo dúvidas e prestando apoio. Por meio do programa, foram realizados 200 eventos e lançado o Programa Mentorias, que conecta empreendedores e empresários voluntários às startups associadas à ACATE, participantes dos programas estratégicos. A ação resultou em 57 mentores cadastrados de grandes empresas e 50 startups mentoradas por todo o estado.

LW Riedi

Impulsionando a inovação por Santa Catarina

O protagonismo da Associação perante às dificuldades e às ações proativas contribuíram para um crescimento de 90% no número de associados nos nove Polos Regionais atuantes no estado e no engajamento aos programas estratégicos, passando de 189 para 347 empresas em todo o estado. Também foi registrado o mesmo aumento com relação ao engajamento nos Programas Estratégicos da ACATE, como as Verticais de Negócios, Grupos de Trabalho, LinkLab e MIDITEC. Para apoiar as equipes dos polos no desenvolvimento de boas práticas e processos, foram realizados 11 treinamentos ao longo do ano, além de cinco capacitações e sete eventos.

Capilarizar ainda mais a ACATE em todo o estado catarinense é um dos compromissos da nova gestão. Parceira de entidades que promovem e representam o setor de tecnologia em Santa Catarina, a Associação apoia ações e estratégias para o fortalecimento deste movimento que só cresce e gera novos negócios e empregos.

Para 2021, a expectativa é otimista: além da vacinação da população e retomada da economia, a aprovação do Marco Legal das Startups viabilizará inovação e segurança para investimentos. "Apesar dos desafios que continuam existindo, seguiremos firmes no propósito de cooperar com o desenvolvimento do nosso ecossistema e da melhoria da sociedade como um todo", finaliza o presidente Engelmann.

lw romano venda


Fonte: Giovanna Wendhausen

Comunicar erro
MVA

Comentários

nespolo 3