MVA
Saber

Japão detecta nova variante de coronavírus em viajantes do Brasil

O Ministério da Saúde do Japão divulgou neste domingo (10) ter detectado uma nova variante do coronavírus em quatro viajantes que estiveram no Brasil, [...]

Por Redação Chapecó Mais em 10/01/2021 às 18:34:46
Pixabay

Pixabay

O Ministério da Sa√ļde do Jap√£o divulgou neste domingo (10) ter detectado uma nova variante do coronav√≠rus em quatro viajantes que estiveram no Brasil, no estado do Amazonas, e retornaram ao Jap√£o em 2 de janeiro. A informa√ß√£o foi confirmada pelo Ministério da Sa√ļde brasileiro, que disse ter sido notificado ontem (9) pelo governo japon√™s.

A infec√ß√£o dos viajantes foi detectada ainda no aeroporto de Haneda, em Tóquio. O Instituto Nacional de Doen√ßas Infecciosas do Jap√£o (NIID, na sigla em ingl√™s) analisou as amostras colhidas dos pacientes e confirmou tratar-se de uma nova cepa da doen√ßa, diferente de duas outras j√° identificadas no Reino Unido e na África do Sul e que se mostraram altamente infecciosas.

"No momento, n√£o h√° provas de que a nova variante encontrada nos brasileiros seja altamente infecciosa", disse Takaji Wakita, diretor do instituto japon√™s, no comunicado. O governo japon√™s disse que também investiga se as vacinas dispon√≠veis s√£o eficazes contra a nova variante do coronav√≠rus.

Doze muta√ß√Ķes

O Ministério da Sa√ļde do Brasil informou em nota que, segundo as autoridades japonesas, a nova variante possui 12 muta√ß√Ķes, sendo que uma delas é a mesma encontrada nas variantes identificadas no Reino Unido e na África do Sul, "o que implica em maior potencial de transmiss√£o do v√≠rus", diz o texto.

"N√£o h√°, no entanto, nenhuma evid√™ncia cient√≠fica que aponte impacto na efetividade do diagnóstico laboratorial ou das vacinas em estudo atualmente contra a Covid-19", disse o governo brasileiro.

Segundo o comunicado do Ministério da Sa√ļde japon√™s, dos quatro viajantes provenientes do Brasil, h√° um homem na casa dos 40 anos que teve problemas para respirar, uma mulher na casa dos 30 que teve dor de cabe√ßa e garganta, um adolescente que teve febre, e uma adolescente assintom√°tica.

Rastreamento

No Brasil, o Ministério da Sa√ļde disse ter pedido ao governo japon√™s os dados sobre a nacionalidade dos viajantes e locais de deslocamento no Brasil para rastreamento de potenciais contatos.

A pasta acrescentou ter comunicado aos centros de vigil√Ęncia em todo o pa√≠s sobre a nova muta√ß√£o e preparado uma nota técnica abordando o diagnóstico molecular de variantes do coronav√≠rus na rede de sa√ļde. O Instituto Evandro Chagas deve receber amostras e realizar o sequenciamento genético da nova variante, diz a nota do Ministério da Sa√ļde.

O Jap√£o identificou a nova variante do coronav√≠rus no momento em que vive um salto nos casos de infec√ß√Ķes e mortes. Na √ļltima quinta-feira (7), o pa√≠s decretou um novo estado de emerg√™ncia sanit√°ria em Tóquio, a menos de 200 dias da data marcada para a abertura dos Jogos Ol√≠mpicos na cidade.

Bahia e S√£o Paulo

Novas variantes do coronav√≠rus j√° foram identificadas em estados como S√£o Paulo e Bahia, onde uma paciente tornou-se a primeira a ser reinfectada com a variante E484K, originalmente encontrada na África do Sul. De acordo com o comunicado do governo japon√™s, a variante recém encontrada possui muta√ß√£o semelhante à encontrada na variante africana.

O NIID alertou que a muta√ß√£o E484, também identificada na variante proveniente do Brasil, tem o potencial de afetar a capacidade de alguns anticorpos neutralizarem o v√≠rus. Esse tipo de muta√ß√£o ocorre no spike, regi√£o do v√≠rus que primeiro entra em contato com a célula humana.

**Com informa√ß√Ķes das ag√™ncias de not√≠cias NHK e Reuters

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro

Coment√°rios

nespolo 3