Saber

Mourão: Brasil caminha para independência na produção de vacinas

Por Redação Quilombo Mais em 03/06/2021 às 13:26:18

O vice-presidente da Rep√ļblica, Hamilton Mour√£o, publicou nesta quarta-feira (2) em suas redes sociais, artigo em que defende que o Brasil caminha para a conten√ß√£o da pandemia de covid-19.

Entre os argumentos apresentados pelo vice-presidente est√° o avan√ßo da vacina√ß√£o no pa√≠s. De acordo com Mour√£o, "em maio, o Ministério da Sa√ļde bateu recorde de distribui√ß√£o de vacinas com mais de 33 milh√Ķes de doses entregues e em junho deve superar esse recorde, com mais de 40 milh√Ķes de doses distribu√≠das para todo o Brasil." Ele destacou a marca de 100 milh√Ķes de doses distribu√≠das aos estados brasileiros alcan√ßada nesta quarta-feira.

Hamilton Mour√£o também disse que o Brasil dever√° se tornar refer√™ncia na produ√ß√£o de imunizantes com insumos nacionais. Destacou o acordo assinado com a AstraZeneca na ter√ßa-feira (1¬ļ). A transfer√™ncia de tecnologia permitir√° ao Brasil produzir o Ingrediente Farmac√™utico Ativo (IFA) e, com isso, o pa√≠s se tornar√° independente na produ√ß√£o do imunizante.

As vacinas 100% nacionais come√ßam a ser produzidas em junho e as primeiras doses ser√£o entregues em outubro. "O dom√≠nio da tecnologia e do processo de desenvolvimento dos imunizantes proporcionar√° ao Brasil independ√™ncia, redu√ß√£o de custos e agilidade no combate ao v√≠rus e a muta√ß√Ķes que porventura surjam no Pa√≠s", disse.

Segundo o vice-presidente, "com a encomenda de mais de 600 milh√Ķes de doses e o ritmo acelerado de entregas, a expectativa do Ministério da Sa√ļde é de que, até o final deste ano, toda a popula√ß√£o brasileira acima de 18 anos seja vacinada."

Retomada econômica

Outro ponto destacado pelo vice-presidente em seu artigo é a recupera√ß√£o da economia brasileira. Segundo Mour√£o, est√≠mulos fiscais e o aux√≠lio emergencial repassado à popula√ß√£o mais vulner√°vel compensaram a perda de rendimentos e permitiram que a queda do Produto Interno Bruto (PIB) fosse menor que a de outros pa√≠ses da América Latina e do continente europeu. Nesta semana o IBGE divulgou que o PIB brasileiro apresentou crescimento de 1,2% no primeiro trimestre do ano.

Hamilton Mour√£o também destacou o Benef√≠cio Emergencial de Preserva√ß√£o do Emprego e da Renda (BEm 2021), que, segundo ele, evitou mais de 10 milh√Ķes de demiss√Ķes. "Somos um dos poucos pa√≠ses que terminaram o ano de 2020 com gera√ß√£o de milhares de empregos formais. De janeiro a abril deste ano, j√° temos mais de 950 mil novas carteiras assinadas.", comemora.

Perdas

Embora encoraje as pessoas a serem otimistas e a verem o "copo cheio", o vice-presidente da rep√ļblica n√£o deixa de lamentar as mortes causadas pela covid-19 "As vidas perdidas jamais ser√£o esquecidas; dói em nossos cora√ß√Ķes e memórias, mas o dia da vitória também ser√° para sempre lembrado."

Mour√£o também alerta que os brasileiros fiquem atentos às fake news "caso receba alguma mensagem duvidosa, n√£o hesite em consultar os dados no site do Ministério da Sa√ļde antes de compartilh√°-la."

Por fim, o vice-presidente lembra que, mesmo vacinados, os brasileiros precisam continuar com as medidas de proteção, como uso de máscaras, distanciamento social e higienização com álcool gel.

Agência Brasil/Marcelo Camargo

Fonte: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Comunicar erro
MVA

Coment√°rios

nespolo 3