MVA
Saber

Bolsonaro cumprimenta Biden e divulga carta enviada ao novo presidente

Por Redação Quilombo Mais em 20/01/2021 às 19:44:41
Alas Santos/PR

Alas Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro cumprimentou Joe Biden pela posse como novo presidente dos Estados Unidos (EUA) em publica√ß√£o postada nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (20). Horas mais cedo, Biden foi empossado no cargo em uma cerimônia ocorrida em Washington, capital norte-americana, tornando-se o 46¬ļ presidente do pa√≠s, sucedendo Donald Trump.

"Cumprimento Joe Biden como 46¬ļ Presidente dos EUA. A rela√ß√£o Brasil e Estados Unidos é longa, sólida e baseada em valores elevados, como a defesa da democracia e das liberdades individuais. Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas na√ß√Ķes e o bem-estar de nossos cidad√£os", postou Bolsonaro, que também divulgou, na publica√ß√£o seguinte, uma carta enviada ao novo presidente dos EUA, na qual o l√≠der brasileiro fala em aprofundar as rela√ß√Ķes entre os pa√≠ses.

"É minha convic√ß√£o que, juntos, temos todas as condi√ß√Ķes para seguir aprofundando nossos v√≠nculos e agenda de trabalho, em favor da prosperidade e do bem-estar de nossas na√ß√Ķes", diz Bolsonaro em um trecho da carta. "Ao desejar a vossa excel√™ncia pleno √™xito no exerc√≠cio de seu mandato, pelo que aceite, senhor presidente, os votos de minha mais alta estima e admira√ß√£o", acrescentou.

Comércio, meio ambiente e seguran√ßa

Na carta a Biden, Bolsonaro cita sua admiração pelos Estados Unidos e enumera temas que ele considera prioritários na atual agenda bilateral.

"No campo econômico, o Brasil, assim como empres√°rios de nossos pa√≠ses, tem interesse em um abrangente acordo de livre comércio, que gere mais empregos e investimentos e aumente a competitividade global de nossas empresas. J√° temos como base os recentes protocolos de facilita√ß√£o de comércio, boas pr√°ticas regulatórias e combate à corrup√ß√£o, que certamente contribuir√£o para a recupera√ß√£o de nossas economias no contexto pós-pandemia".

Sobre a quest√£o ambiental, Bolsonaro mencionou, na carta, a renova√ß√£o das metas do pa√≠s no Acordo de Paris e pediu di√°logo, especialmente na quest√£o energética.

"Estamos prontos, ademais, a continuar nossa parceria em prol do desenvolvimento sustent√°vel e da prote√ß√£o do meio ambiente, em especial a Amazônia, com base em nosso Di√°logo Ambiental, recém-inaugurado. Noto, a propósito, que o Brasil demonstrou seu compromisso com o Acordo de Paris com a apresenta√ß√£o de suas novas metas nacionais. Para o √™xito do combate à mudan√ßa do clima, ser√° fundamental aprofundar o di√°logo na √°rea energética".

Outro ponto tratado por Bolsonaro no documento enviado a Biden foi sobre segurança e combate ao crime organizado.

"Brasil e Estados Unidos coincidem na defesa da democracia e da seguran√ßa em nosso hemisfério, atuando juntos contra amea√ßas que ponham em risco conquistas democr√°ticas em nossa regi√£o. Adicionalmente, temos cooperado para impedir a expans√£o das redes criminosas e do terrorismo, que tantos males causam a nossos pa√≠ses e aos demais pa√≠ses da América Latina e do Caribe".

Chanceler

O ministro das Rela√ß√Ķes Exteriores, Ernesto Ara√ļjo, também postou nas redes sociais sobre a posse de Joe Biden. Ara√ļjo escreveu que, com Bolsonaro, o Brasil retomou a voca√ß√£o de uma parceria profunda com os EUA.

"Esperamos, agora com o Presidente Biden, aprofundar essa parceria, diante dos novos desafios que se deparam aos nossos ideais comuns", escreveu.

Fonte: Agência Brasil via Chapeco Mais

Tags:   Política
Comunicar erro

Coment√°rios

nespolo 3